Ceará - Sustainable Carbon
Caatinga

Ceará

Água

Assista ao video
do projeto

CONTRIBUIÇÃO PARA
OS OBJETIVOS DO
DESENVOLVIMENTO
SUSTENTÁVEL

Acesse o registro deste projeto

Acesse o registro deste projeto

CONTRIBUIÇÃO PARA
OS OBJETIVOS DO
DESENVOLVIMENTO
SUSTENTÁVEL

DESCRIÇÃO DO PROJETO

O projeto é composto por cinco Cerâmicas do Grupo Tavares: Antônio, Eliane, Ceará, Ceagra e Santa Rita. Todas as fábricas estão localizadas na região nordeste do Brasil, no estado do Ceará. O foco do projeto é permitir a substituição da lenha nativa (biomassa lenhosa não renovável) por diversas biomassas renováveis. A troca de combustível resulta na redução de emissão de gases de efeito estufa e desencoraja o desmatamento para obtenção de lenha. Além disso, as Cerâmicas envolvem e incentivam a participação das partes interessadas, através de consultas públicas. O projeto segue o padrão The Gold Standard®, apoiado pela WWF (World Wide Fund for Nature), que, atualmente, é a certificação mais rigorosa a nível mundial para projetos de redução de emissão de GEEs.


Baixe a descrição em PDF

Localização

Localização do projeto

Aquiraz (CE), Brasil

Tipo de projeto

Biomassa Renovável

Ecossistema

Caatinga

Cobenefício Principal

Água

Standards

The Gold Standard®

Registro

Gold Standard Registry

PARCERIA NO REUSO DA ÁGUA

Em 2014, o Grupo Tavares em busca de parceiros para produzir de maneira mais sustentável, iniciou um projeto de reutilização de águas industriais. A água utilizada hoje no processo produtivo de uma das Cerâmicas do grupo é proveniente da empresa AMBEV. O efluente industrial tratado da AMBEV é levado à Cerâmica por meio de caminhões e despejado em um reservatório na Cerâmica. O projeto prevê a ligação da empresa com a Cerâmica por tubulações, para facilitar o transporte da água até a fábrica e evitar desperdícios. “É uma parceria muito boa, pois um ajuda o outro, é benéfico para ambos os lados ” afirma o Sr. Lourival, sócio-diretor do Grupo Tavares, que planeja ampliar essa iniciativa para as outras cerâmicas do grupo.

Benefícios adicionais gerados por este projeto

80.690

Quantidade de CO2e

310

Nº pessoas beneficiadas

391

Hectares de floresta protegidos

THE GOLD STANDARD

O Gold Standard foi estabelecido em 2003 pela WWF e outras ONGs internacionais para garantir que os projetos que reduziram as emissões de carbono apresentassem os mais altos níveis de integridade ambiental e também contribuíssem para o desenvolvimento sustentável. Com isso garante-se que os projetos que utilizem o Standard atendam aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, maximizando o impacto e criando valor para as pessoas e comunidades envolvidas.

Gold Standard Logo
"Conhecemos e apoiamos os projetos da Sustainable Carbon há 5 anos, incluindo visitas presenciais, o que nos permitiu comprovar a alta qualidade dos projetos e os impactos relevantes que eles têm sobre o clima, o meio ambiente e a comunidade."

— Simon Köppen (Head of Carbon Offset Services na ClimatePartner)

MAIS PROJETOS
DE CARBONO

Ituiutaba

Ituitaba é uma indústria de cerâmica vermelha, localizada em Minas Gerais, que utilizou lenha nativa extraída do Cerrado para alimentação de seus fornos até o ano de 2008. Com o objetivo de reduzir o impacto ...

Ler mais

Marajó

Localizado a 30 horas de barco da capital Belém, o projeto Marajó conserva cerca de 90.000 hectares do bioma Amazônia no interior da Ilha do Marajó, em uma das regiões de maior vulnerabilidade social e ...

Ler mais

Arrozal, GGP e Sul América

As Cerâmicas Arrozal, GGP e Sul América, localizadas no estado do Rio de Janeiro, utilizavam óleo pesado (BPF) como combustível para queima das peças. Esse óleo é um combustível fóssil derivado de petróleo, que durante ...

Ler mais