Bom Jesus - Sustainable Carbon
Caatinga

Bom Jesus

Bem Estar do Trabalhador

Assista ao video
do projeto

CONTRIBUIÇÃO PARA
OS OBJETIVOS DO
DESENVOLVIMENTO
SUSTENTÁVEL

Acesse o registro deste projeto

Acesse o registro deste projeto

CONTRIBUIÇÃO PARA
OS OBJETIVOS DO
DESENVOLVIMENTO
SUSTENTÁVEL

DESCRIÇÃO DO PROJETO

A Cerâmica Bom Jesus produz dois milhões de tijolos por mês para o mercado brasileiro de construção civil. A fábrica localiza-se na Zona da Mata pernambucana, onde o desenvolvimento econômico se deu em detrimento da degradação ambiental. Hoje, a região é um polo cerâmico reconhecido nacionalmente. Buscando inovar seus processos, Bom Jesus, substituiu o uso de combustível não renovável por biomassas renováveis, como glicerina, bagaço de cana, entre outros resíduos do agronegócio local. Essa mudança reduz as emissões de GEEs para a atmosfera o que permite à Cerâmica participação no mercado internacional de carbono. A receita dos créditos é revertida em benefícios socioeconômicos e ambientais.


Baixe a descrição em PDF

Localização

Localização do projeto

Paudalho (PE), Brasil

Tipo de projeto

Biomassa Renovável

Ecossistema

Caatinga

Cobenefício Principal

Bem Estar do Trabalhador

Standards

VCS + SOCIALCARBON

Registro

Verra Registry

INOVAÇÃO NA INDÚSTRIA CERÂMICA

A Cerâmica Bom Jesus decidiu aproveitar a oportunidade da receita extra da venda dos créditos de carbono para encarar um novo desafio: a implantação de um Sistema de Gestão Integrado na empresa, obtendo certificações de alto reconhecimento no mercado como a ISO (Organização Internacional para Padronização). Esta iniciativa é uma inovação no setor ceramista, e pode abrir portas para uma nova cultura de desenvolvimento econômico.

Benefícios adicionais gerados por este projeto

103.700

Quantidade de CO2e

281

Nº pessoas beneficiadas

498

Hectares de floresta protegidos

Desempenho sob o SOCIALCARBON Standard

O Hexágono demonstra a melhoria contínua do projeto durante todos os períodos de verificação, o Standard do Carbono Social incentiva o reinvestimento de parte da renda proveniente dos créditos de carbono em benefícios socioambientais, mantendo conformidade com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU. Muito além do carbono, é igualdade social.

“Eu vi que usar a biomassa melhorava as condições de trabalho devido à alimentação automática dos fornos, e também melhora a qualidade do tijolo. Cuidar das pessoas e do meio ambiente também traz benefícios para o negócio.”

— Sr. Mário Eugênio (Dono da cerâmica)

MAIS PROJETOS
DE CARBONO

JL Silva

A JL Silva é uma cerâmica produtora de tijolos localizada no município de Lajedo (PE). A fábrica utilizava lenha nativa da Caatinga, bioma exclusivamente brasileiro, como combustível para a produção de suas peças cerâmicas. Visando ...

Ler mais

Arrozal, GGP e Sul América

As Cerâmicas Arrozal, GGP e Sul América, localizadas no estado do Rio de Janeiro, utilizavam óleo pesado (BPF) como combustível para queima das peças. Esse óleo é um combustível fóssil derivado de petróleo, que durante ...

Ler mais

Buenos Aires

Buenos Aires é uma Cerâmica produtora de tijolos do interior de Pernambuco. A fábrica utilizava lenha nativa da Caatinga, bioma exclusivamente brasileiro, como combustível para produzir peças cerâmicas. Para reduzir seu impacto ambiental, em 2010, ...

Ler mais