Blog

Por que enxergar o mercado de crédito de carbono como investimento?

Ao menos até 2030, empresas de todos os países e o mercado global como um todo sofrem ameaças iminentes de problemas com origem ambiental. Um relatório elaborado pelo Fórum Econômico Mundial e divulgado no início deste ano destaca os 5 maiores riscos para a economia mundial e mostra sua relação direta com danos ao meio ambiente:

  • eventos climáticos extremos com grandes danos a propriedades, infraestruturas e com possibilidade de perda de vidas humanas;
  • falhas de governos e empresas na adaptação às mudanças climáticas;
  • desastres ambientais causados pelo homem e crimes ambientais;
  • perda de biodiversidade e colapso do ecossistema, capazes de causar danos irreparáveis;
  • desastres naturais importantes.

Empresas com preocupações sustentáveis são prioridade entre investidores

Pelos riscos acima enumerados e por diversos outros motivos, empresas que já adotam ações voltadas à sustentabilidade saltam aos olhos de investidores, acionistas e clientes. São organizações de pequeno, médio e grande porte que se envolveram na tentativa coletiva de evitar os problemas ambientais e suas terríveis consequências e, por isso, se destacam frente aos interessados, provando ser capazes de realizar transformações próprias e na sociedade e de deixar no passado uma atuação sem preocupações ambientais para adotar novas políticas e novos comportamentos, todos atentos ao meio ambiente e às pessoas.

A conquista da atenção de acionistas, investidores e clientes pelas empresas é uma dentre as várias comprovações de que projetos e procedimentos sustentáveis, envolvendo a redução de emissão de gases poluentes são, de fato, aplicações. O mercado de crédito de carbono é um grande exemplo de ação sustentável que pode e deve ser visto como um grande investimento.

E mais!

Outras razões para enxergar o mercado de crédito de carbono como investimento também merecem destaque. São elas:

  • o retorno financeiro para empresas que estabelecem contratos de compensação através da aquisição dos créditos de carbono. Vale lembrar que, num futuro próximo, os créditos serão considerados commodities;
  • o crescimento das empresas e geração de novos empregos através das possibilidades mais amplas de criação de novas oportunidades de negócios sustentáveis, uma consequência da atração de mais investidores;
  • os investimentos na capacitação de profissionais e colaboradores para a criação de projetos socioambientais, resultados do alinhamento entre os créditos de carbono adquiridos pela empresa e ações de responsabilidade social;
  • maior engajamento dos próprios colaboradores, que passam a se interessar pelos investimentos da empresa e a adotar práticas semelhantes;
  • a participação da empresa no desenvolvimento urbano inteligente.

Os benefícios do crédito de carbono para a reputação de uma marca

Além de todos os fatores já mencionados, os benefícios do envolvimento no mercado de créditos de carbono para a reputação de empresas merecem destaque: eles são uma das maiores vantagens da aquisição dos créditos e uma das principais justificativas para esta aquisição ser considerada um investimento. Em resumo, empresas sustentáveis e conscientes em termos socioambientais se tornam exemplos para seus clientes e modelos a ser seguidos por outras organizações. A aquisição de crédito de carbono, portanto, beneficia a reputação de uma marca; seus clientes conhecem as ações e passam a valorizar mais o negócio, priorizando consumir produtos e/ou serviços de uma empresa com preocupações acima do lucro individual.

Afinal, créditos de carbono são altamente compensatórios

Através das razões que comprovam que o mercado de créditos de carbono deve ser visto como um investimento, é possível concluir: créditos de carbono com benefícios socioambientais, apesar de mais caros, são extremamente compensatórios às empresas. A compensação se dá, em especial, pela associação dos créditos de carbono às missões ligadas à sustentabilidade socioambiental das empresas investidoras.