Blog

Combate à degradação dos oceanos pode mitigar crise climática

Banir a pesca excessiva e a poluição dos oceanos poderia ajudar a combater a emergência climática, melhorando as condições da maior reserva de carbono do mundo, segundo relatório. Os oceanos podem absorver tanto o excesso de calor gerado pelos gases de efeito estufa quanto o próprio dióxido de carbono, ajudando a reduzir os impactos da crise climática. Mas nós estamos rapidamente atingindo os limites da capacidade absorvente dos oceanos, pois nossas alterações na vida marinha estão destruindo ecossistemas vitais e o ciclo natural do carbono.  

A criação de santuários e de novos tratados para a proteção dos oceanos, com uma meta de salvaguardar os oceanos em pelo menos 30% até 2030 poderia restaurar muitas áreas para combater o aquecimento global, de acordo com o relatório intitulado “Água quente: a crise climática e a necessidade urgente de proteção aos oceanos” , publicado pelo Greenpeace internacional na quarta-feira. 

“A biologia marinha é uma de nossos maiores aliados na luta contra as mudanças climáticas,” disse Louisa Casson, ativista dos oceanos do Greenpeace Reino Unido. “Mas a exploração excessiva e nosso vício em combustíveis fósseis levaram nossos oceanos ao limite. Proteção aos oceanos é uma ação climática – se pudermos salvar nosso oceano, podemos nos salvar.”

 

Fonte: https://www.theguardian.com/environment/2019/dec/04/tackling-ocean