Santander

A parceria entre a Sustainable Carbon e o Banco Santander resultou na criação do programa Reduze e Compense, que contou com uma série de campanhas visando a conscientização sobre as mudanças climáticas e incentivou o conhecimento do mercado de carbono no Brasil. A partir dele também foi criada a plataforma online WebCO2. Com ela, o usuário pode calcular sua pegada de carbono, gerada por suas atividades e transportes. A Sustainable Carbon oferece três projetos para que ele possa fazer a compensação. A WebCO2 é uma ferramenta que visa o engajamento dos usuários com as questões climáticas, onde eles recebem dicas de como diminuir suas emissões e recebem certificados caso escolham por compensá-las. Com o programa, o Santander foi indicado e ganhou diversos prêmios por sua liderança em sustentabilidade, fortalecendo sua marca e a da Sustainable Carbon. Diversas campanhas de comunicação de sucesso foram feitas para explorar as ações sustentáveis, utilizando personalidades famosas como o repórter comediante Felipe Andreoli.

“O Projeto Reduza e Compense CO2 faz parte da Governança Climática do Santander Brasil e representa uma evolução de como o Banco aborda as mudanças climáticas junto aos clientes, funcionários e a sociedade. Desde 2013 a Sustainable Carbon tem sido uma grande parceira neste processo.” – Linda Murasawa

Confira mais sobre a parceria clicando aqui.

Veja a matéria feita pelo Santander sobre a Sustainable Carbon.

hagstag

#EuCompenso

O banco Santander utilizou as redes sociais para espalhar o conceito de compensação. Ao postar a hashtag #EuCompenso em qualquer rede social, o banco compesava as emissões do post. A campanha irá durar até a tag receber 100 bilhões de menções.

mac-leaft

EcoPerfil

O banco também disponibilizou um aplicativo online, através do facebook, em que usuários podiam calcular a pegada de carbono de seus respectivos perfis da rede social, realizar a compensação e compartilhar os certificados.

Prêmios

Prêmio Ethical Corporation de Responsablidade Corporativa
2014

1º Prêmio Beyond Banking
2014

1º Premio Financial Times
2013