Blog

Produção de energia eólica cresce 55% no Brasil

10/05/2017

O Brasil já produz energia eólica suficiente para abastecer mais de 17 milhões de residências, mensalmente. Outros dados, divulgados pela Associação Brasileira de Energia Eólica (ABEEólica), demonstram o potencial que o País possui para a produção de energia limpa.

Em 2016, com um investimento volumoso de US$ 5,4 bilhões no setor, o Brasil adicionou mais 2 gigawatts (GW) de energia eólica em 81 novos parques. Agora, já contamos com 10,75 GW de capacidade acumulada.

 

Um número que representou, no ano passado, também a geração de mais de 30 mil postos de trabalho neste setor, provenientes de trabalhos diretos e indiretos proporcionados pelos 430 parques eólicos, que hoje representam 7% da matriz elétrica nacional.

 

Mas a ABEEólica lembra que os bons resultados de 2016 referem-se a anos anteriores. No ano passado, na verdade, o Leilão de Reserva foi cancelado e não houve contratação de energia dessa fonte. Isso, depois de um crescimento de 55% de geração de energia eólica em 2015.

Segundo a ABEEólica, o setor deve terminar 2017 com cerca de 13GW.

Nossos bons ventos 

A Sustainable Carbon contribui com o País na geração de energia limpa. Desenvolvemos projetos por todo o Brasil substituindo o uso de combustível fóssil em cerâmicas, como lenha nativa, por biomassa renovável.

Ao substituir combustível fóssil por biomassa renovável, as cerâmicas geraram créditos de carbono e começaram a fazer parte deste mercado internacional. Os créditos acabam retornando em forma de benefícios socioambientais para as comunidades ao entorno.

Somente no Nordeste, são 13 projetos que preservam 3 biomas e já obtiveram mais de 16 mil ha de desmatamento evitado em consequência do uso de biomassa sustentável.

 

Conheça e saiba como apoiar

*Com informações da Exame.com