Blog

O que 800 cientistas estão pedindo a Donald Trump

13/12/2016

13/12/2016

A revista Scientific American publicou, nesta semana, uma carta assinada por 800 cientistas destinada ao presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, solicitando que ele volte atrás em suas afirmações sobre as mudanças climáticas e não ignore as ações necessárias para retardar essa questão de interesse global.

“Trump tem o apoio da maioria das empresas, líderes militares, cientistas, engenheiros e cidadãos para responder às ameaças colocadas pela mudança climática ao reduzir a poluição por carbono e expandir a energia limpa. Muitas das grandes cidades e estados americanos já se comprometeram a fazê-lo. Pedimos que decida se quer que sua presidência seja marcada pela negação e o desastre, ou pela aceitação e a ação, escreveram os cientistas na carta publicada, almejando por uma mudança de postura do presidente eleito.

Durante a campanha, Trump chegou a afirmar que as mudanças climáticas eram um “engano dos chineses” e que cortaria qualquer investimento feito às Nações Unidas para tratar deste assunto. Trump ainda deixou cientistas e ambientalistas preocupados quando se mostrou favorável a cancelar os acordos sobre meio ambiente da Convenção de Paris, realizada em 2015.

Por esse motivo, o grupo de cientistas também pediu, na mesma carta, que Trump permaneça no acordo climático citado acima e que aumente os investimentos em energia limpa no país.

Parece que os cientistas estão pressionando tanto quanto podem. Agora resta saber se Trump também amenizará as falas da campanha sobre as mudanças climáticas, como fez em outros assuntos ou não dará importância ao documento dos cientistas. É esperar para ver.

 

* Com informações do G1.