Blog

Essas empresas trocaram óleo pesado por biomassa renovável

22/02/2017

A Sustainable Carbon começou 2017 com a temperatura lá em cima.

Levamos quatro novos integrantes da empresa para acompanhar e protagonizar o 5º período de monitoramento das cerâmicas Guaraí, Itabira e Santa Izabel, no Rio de Janeiro. Após conhecerem de perto todo o processo produtivo, eles apresentaram um relatório muito completo sobre os projetos e, por isso, gostaríamos de compartilhar com vocês.

Vale lembrar que as cerâmicas desenvolvem um projeto certificado pelo Verifed Carbon Standard e pelo SOCIALCARBON®. Isso quer dizer que as reduções de emissões de gases de efeito estufa e os benefícios socioambientais do projeto são certificados de forma independente. Nas cerâmicas, a redução de emissões resultou da substituição de combustível fóssil como o óleo pesado por biomassa renovável, como resíduos de madeira.

Veja a seguir os benefícios socioambientais que esses projetos estão gerando a partir da aplicação do SOCIALCARBON®.

 

ITABIRA

Doações de tijolos e cestas básicas para igreja e asilos.
Cestas básicas, transporte, descontos em medicamentos, etc, para funcionários.
Coleta de água da chuva para uso da cerâmica.
Reaproveitamento das cinzas geradas no processo produtivo.
28% dos funcionários são mulheres, aposentados e de grupos minoritários.

O que vem por aí:

  • Investir em capacitação profissional para os funcionários (treinamentos, cursos, etc.)
  • Começar mais iniciativas para previnir/reduzir os principais impactos ambientais

 

 

SANTA IZABEL
26% são mulheres, aposentados, analfabetos ou pessoas portadoras de algum tipo de deficiência.
Doações para igreja e centros de reabilitação de drogas e sociais na região.
Iniciativas ambientais voluntárias para a comunidade, como palestras sobre educação ambiental e palestra sobre aedes aegypti.

O que vem por aí:

  • Ajudar organizações sociais com maior regularidade.
  • Criar um programa de alfabetização para adultos.
  • Promover iniciativas ambientais voluntárias junto com organizações sociais e administração pública.
  • Organizar um planejamento para melhorias das condições gerais do ambiente de trabalho.

 

GUARAÍ

Doação para diversas ONGs, igrejas e escolas da região.
Sistema de coleta de água da chuva.
Coleta seletiva e destinação correta de materiais ferrosos.

Plantação de 1000 mudas de eucalípto com crianças da região.
16% dos funcionários são de grupos minoritários.
Fornecimento de água para casas no entorno da fábrica.
Mantém um campinho de futebol na comunidade.

O que vem por aí:

  • Automatizar processos de carregamento e estocagem dos materiais
  • Aumentar a quantidade de treinamentos para os funcionários
  • Duplicar o volume de água de chuva coletado

 

Depoimentos dos novos colaboradores 

“Minhas expectativas quanto à visita eram grandes, já que esta era a minha primeira viagem a trabalho e não sabia exatamente o que estaria por vir, mas ver na prática como ocorrem os processos em uma cerâmica e como o projeto de mudança de combustível e consequentemente de geração de créditos de carbono vem trazendo melhorias para as cerâmicas foi muito gratificante.”

Luana Alves

 

“Uma das coisas que mais me impressionou foi o funcionamento do forno hoffman, que é enorme. Uma coisa que reparei também foi a comparação entre os trabalhadores das cerâmicas. No geral todos pareciam felizes de estar lá trabalhando, e mais interessante ainda, para mim é quando tinham mulheres na mão de obra, e elas estavam felizes, sempre sorrindo, apesar de ser um trabalho árduo.”

Fernanda de Almeida