Blog

Bom exemplo: indústria da moda avança no uso de algodão sustentável

12/01/2017

Você sabia? O Brasil produz cerca de 30% do algodão sustentável que circula no mundo, algo em torno de um milhão de toneladas, sendo o principal fornecedor desse algodão certificado com princípios socioambientais, de acordo com a BetterCottonIniciative (BCI).

Para dar ainda mais orgulho, a meta da Associação Brasileira dos Produtores de Algodão é que 100% da produção seja certificada como algodão sustentável até 2020.

Depois de muitos escândalos envolvendo a indústria da moda com trabalho escravo, essa sim deve ser uma notícia a ser seguida como exemplo por outros segmentos.

C&A, Renner e Adidas são alguns varejistas que adotam o algodão sustentável na confecção das peças e, como nesse setor, varejista tem mais influência que fornecedor, toda a cadeia de produção progride para práticas mais sustentáveis.

A C&A ganhou o prêmio ECO 2016 na categoria Produtos por reduzir o consumo de água, pesticidas e fertilizantes na produção de roupas. A Renner, por sua vez, realizou um estudo sobre a pegada de carbono que uma calça jeans produz: de 9kg a 25 kg métricos de dióxido de carbono (CO2)de gás carbônico, dependendo da técnica de lavagem.

Um resultado que influencia diretamente nos negócios, em um mundo onde consumidores estão cada dia mais preocupados com o meio ambiente.

Você conhece algum outro bom exemplo na indústria da moda? Deixe seu comentário.

 

*Com informações do blog Ecoando.